MOEMA - Av. Miruna, 162 - (11) 2337-7908

( Próximo à estação Eucaliptos)

LAPA - R. Cerro Corá, 1073 - (11) 2389-5503 

(Próximo à estação Vila Madalena)

CHÁC. STO. ANTÔNIO - R. Verbo Divino, 147 - (11) 2594-9700

(Próximo à estação Alto da Boa Vista)

ESTACIONAMENTO PRÓPRIO NO LOCAL

Siga nossas redes sociais

  • Facebook Espaço da Audição
  • Branca Ícone Instagram
  • Branca Ícone LinkedIn

©  2019 por Espaço da Audição

Posts Em Destaque

Proteja a audição do seu filho!

August 29, 2016

Abafador de som, como o que foi usado pelo filho do nadador norte-americano Michael Phelps nas arquibancadas dos Jogos Olímpicos, é uma opção.
 

 

Campeão olímpico também atinge excelência protegendo a audição do seu filho.

 

   Fonoaudiólogos em todo o mundo estão celebrando não apenas as notáveis realizações de Michael Phelps nos jogos olímpicos, mas também o compromisso de Michael e sua noiva em proteger os ouvidos de seu filho em um ambiente muito barulhento e reverberante, disse Ian Windmill, PhD, presidente da Academia Americana de Audiologia.

   Durante as recentes provas de natação dos jogos olímpicos, a noiva Phelps foi vista segurando seu filho Boomer de 3 meses de idade. Boomer estava usando um conjunto de fones de ouvido de redução de ruído, a fim de proteger seus jovens ouvidos do barulho da multidão no estádio.


"Os pais muitas vezes acreditam que depois que a criança passa pela triagem auditiva neonatal no nascimento, a audição da criança permanecerá estável durante toda a sua infância. No entanto, a perda auditiva induzida por ruído causa danos irreversíveis em todas as idades e os seus efeitos são cumulativos ao longo do tempo. Felizmente, a perda auditiva induzida por ruído é 100 por cento evitável. Phelps usando proteção auditiva para seu filho deu um exemplo maravilhoso para os pais de todo o mundo. " Ian Windmill

 

   Incomum por aqui, o acessório, que parece um fone de ouvidos, pode ser encontrado na internet e é de grande ajuda para os pais que têm o hábito de frequentar lugares barulhentos com as crianças, como estádios, shows e eventos sociais.

 

“Devido à imaturidade das estruturas do ouvido, a criança, especialmente os bebês, tem uma sensibilidade maior a sons mais intensos do que os adultos. Assim, esse tipo de proteção pode ajudar a deixar a criança mais tranquila e com a audição protegida quando em locais de maior barulho; ainda que nem sempre elas aceitem o acessório”, explica o otorrinolaringologista Lídio Granato, do Hospital Santa Catarina (SP).

 

 

 

 

Quando se preocupar?

 

   A perda auditiva induzida por ruído é causada por danos às células ciliadas que são encontrados em nosso ouvido interno. As células ciliadas são pequenas células sensoriais que convertem os sons que ouvimos (energia sonora) em sinais elétricos que viajam para o cérebro. Uma vez danificado, nossas células ciliadas não podem voltar a crescer, causando perda permanente da audição. Os riscos de ruído na infância incluem eventos desportivos, brinquedos barulhentos, fogos de artifício e música alta de concertos ou aparelhos de som. Quanto mais alto o som, mais curto o período de segurança em torno dele. Opções para proteger as crianças dos sons altos incluem a removê-los do ambiente barulhento, abaixar o volume ou usar proteção auditiva como o usado pelo filho de Phelps.

   

   Os pais devem observar o comportamento da criança na hora de decidir se é necessário ou não procurar por um especialista. “O recém-nascido é submetido ao teste da orelhinha para saber se tem algum prejuízo de audição. Já a criança maior, geralmente, menciona que tem um barulho no ouvido, fica mais chorosa, irritada e, muitas vezes, apresenta dificuldade para entender o que é dito e para desenvolver a linguagem. Nestes casos, o ideal é procurar o médico e fazer uma audiometria, que pode ser  adaptada de acordo com a idade do paciente”, refere Granato.

 

 

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Pedro Neschling revela usar aparelho auditivo há 4 anos: "praticamente não escuto"

October 7, 2019

1/5
Please reload

Posts Recentes