O resgate de autonomia com o uso de aparelhos auditivos


Durante o envelhecimento, é natural ocorrer um declínio da audição. Porém, a perda auditiva pode afetar pessoas de todas as idades e possui diversas causas. Inclusive, ela está aumentando em jovens e adultos devido ao uso incorreto dos fones de ouvidos.

Ter uma perda auditiva não tratada ou ignorada pode não parecer a maior dificuldade, mas pode ter um grande impacto a médio e longo prazo na saúde, na segurança e no emocional.

Acredita-se que a qualidade de vida esteja amplamente associada ao grau de autonomia que a pessoa usufrui. E uma das maiores preocupações para os adultos está enraizada em um medo de perder sua independência ao longo da vida.

Não ser capaz de ouvir significa não conseguir se conectar com os outros adequadamente, o que pode levar a um isolamento social. Haverá uma tendência em parar de fazer muitas coisas prazerosas, como reunir familiares e amigos, ir ao cinema e teatro, curtir uma viagem, escutar a risada de um neto; ou até mesmo, deixar de fazer atividades simples do cotidiano, como fazer compras, ir ao médico, banco, etc.. Mesmo com uma perda auditiva leve, já se perde detalhes de conversas, principalmente em um ambiente ruidoso.

O tratamento com os aparelhos auditivos ajuda a manter ou resgatar a independência e autonomia da pessoa. A adaptação dos aparelhos é apenas o começo da melhor jornada auditiva. E, junto com o fonoaudiólogo, esse tratamento ajudará o usuário a se conectar socialmente com pessoas queridas, retomar atividades de rotina sem estresse e com segurança...enfim, ter a possibilidade de fazer o que lhe dá prazer e felicidade!

Os aparelhos auditivos de hoje são consideravelmente menores e mais discretos do que nunca, podendo ficar, até mesmo, totalmente inseridos no ouvido. Com eles, é possível se conectar com celulares, TV, acessórios Bluetooth e é possível, até mesmo, controla-los de forma simples por meio de aplicativos totalmente gratuitos.

Esperar a perda auditiva piorar para pensar em colocar os aparelhos auditivos é ir minando aos poucos a sua independência. Por isso, caso apresente algum sinal de dificuldade auditiva, agende uma avaliação o quanto antes para receber todas as orientações e tratamento adequado.

Fga. Ms. Ariane Solci Bonucci


45 visualizações
ESPAÇO_DA_AUDIÇÃO_APARELHOS_AUDITIVOS.pn

11 94913 2214